Como clarear manchas no rosto: 5 procedimentos rápidos e seguros

A nossa história de vida imprime várias marcas no nosso corpo. Cicatrizes, linhas de expressão e vários outros sinais aparecem com o tempo, de forma inevitável. Mas se você pensa em como clarear manchas no rosto, é possível.

Afinal, se elas desagradam, porque conviver com o incômodo? Além disso, os tratamentos clareadores também hidratam, ajudam na sustentação da pele, entre outros benefícios.

Nas próximas linhas, você vai conhecer os procedimentos mais rápidos e seguros para o clareamento de manchas no rosto. Aproveite a leitura!

Como clarear manchas no rosto?

Algumas manchas podem surgir naturalmente, com a idade, a genética e a gravidez. Mas excesso de exposição solar, atrito (uso de óculos, por exemplo), hematomas e infecções também têm um papel significativo no aparecimento das manchas na pele.

Devido a essa variedade de causas, as manchas no rosto também podem ter diferentes graus. 

As mais leves se beneficiam de uma simples limpeza de pele. Porque a higienização desobstrui os poros e, com a aplicação de produtos clareadores, o problema é resolvido.

Mas, principalmente depois dos 40 anos, dificilmente uma limpeza resolve e deixa a pele mais clara, né? 

Por isso, conheça 5 ótimos procedimentos para o clareamento de manchas no rosto.

Microagulhamento

Também chamado de microneedling, é a passagem de pequenas agulhas, dispostas em um rolo, que perfuram a pele superficialmente e, com isso, estimulam fatores de crescimento e colágeno. Esse estímulo torna a pele mais homogênea e saudável, com menos manchas.

Os resultados normalmente aparecem de imediato, na primeira sessão.

Peeling

Peelings superficiais e de média profundidade são indicados  para clarear as manchas e melhorar a qualidade da pele como um todo. 

Geralmente se utiliza ácidos — como o ácido glicólico, o tricloroacético e o retinoico — que deixam a pele mais sensível por cerca de cinco dias após o procedimento. 

A recuperação após o procedimento é de aproximadamente 7 a 10 dias. Mas, com uma semana, a pele já fica mais clara e rejuvenescida.

Microinfusão de Medicamentos na Pele (MMP)

É o uso de pequenas agulhas, como no microagulhamento, mas para a administração de medicamentos em pontos específicos da derme. 

Sabe aquelas manchas brancas geralmente causadas pelo sol ao longo da vida? Até pouco tempo não havia tratamento para as tão comuns leucodermias gutata, mais frequentes nos braços e nas pernas. 

O MMP veio para resgatar a pigmentação da pele com apenas duas semanas do procedimento. Uma única sessão é capaz de reverter até 80% das manchas brancas. 

Lasers

As tecnologias com lasers emitem pulsos muito rápidos específicos para atingir pigmentos profundos sem lesionar a pele ao redor. Os lasers mais modernos apagam  as manchas do rosto e recuperam a coloração homogênea natural da pele sem downtime (tempo de recuperação). 

Outro benefício do laser é que, após a sua aplicação, a sensibilidade da pele dura apenas duas horas. Com uma sessão já é possível ver os resultados e com três sessões, o resultado fica incrível em termos de clareamento, vasos, poros e qualidade geral da pele. 

Luz intensa pulsada

A luz intensa pulsada é outra tecnologia, semelhante ao laser, que faz a despigmentação de manchas no rosto. Além disso, ela pode aumentar a quantidade de colágeno e elastina na pele em 50%.

Os resultados deste tratamento costumam vir após uma semana da primeira sessão.

Como prevenir o aparecimento das manchas?

Primeiro, vale a pena chamar atenção para dois tipos de manchas específicas que precisam de mais cuidados, o melasma e a rosácea.

Os melasmas têm coloração acastanhada e podem surgir devido ao uso prolongado de um tipo de medicamento muito comum entre as mulheres, os anticoncepcionais.

Já as rosáceas são vermelhidões, presentes geralmente na parte central do rosto. Essas manchas podem vir acompanhadas de inchaço na região também. Além dos tratamentos que já explicamos, o LED é uma ótima opção para tratá-la.

Mas, agora, vamos às práticas mais recomendadas para prevenir o aparecimento de manchas no rosto:

  • usar protetor solar mesmo em dias nublados;
  • reaplicar o protetor solar, mesmo que seja um pó facial com proteção ultravioleta;
  • utilizar filtros físicos, como chapéus e guarda-sóis, no caso de quem já tem melasma;
  • evitar manipular lesões de acne;
  • ter uma rotina de cuidados com a pele.

Neste artigo, você viu tratamentos e recomendações de como clarear manchas no rosto. Assim, é possível ter uma pele homogênea e natural de novo, tanto de forma mais rápida, como aos poucos, por meio da prevenção do aparecimento de novas marcas.

E o que você achou dos procedimentos estéticos mais utilizados para clarear manchas na pele? Aproveite e confira um artigo sobre a técnica clareadora BB Glow.

Responsável técnico:

Dra. Paula Chicralla (CRM: 5279669-7 / RQE: 15402) 

Imagem: Freepik / ArthurHidden

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clínica Paula Chicralla

Av. das Américas, 3500, Bloco 6, Loja C,
Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - RJ, 22640-102.

  • Estacionamento valet disponível.
  • Acessibilidade para cadeirantes.
Traçar rota até a clínica
Fale conosco pelo Whatsapp!