Como diminuir a bochecha sem cirurgia plástica

Quem nunca se olhou no espelho e pensou como seria bom diminuir as bochechas, não é mesmo? 

Para muitas pessoas, esse volume extra dá uma ‘infantilizada’ na aparência e, de fato, os estudos na estética indicam que, no geral, rostos proporcionais e afinados agradam o visual.

À parte as preferências pessoais, todos podem ter seu excesso de gordura local diminuído, seja naturalmente, com dieta, como por procedimentos reversíveis e não invasivos.

Confira, no conteúdo a seguir, como funciona a redução do excesso de volume nas bochechas com os esvaziadores de gordura 

Por que e como diminuir a bochecha?

Usualmente, na nossa juventude, o rosto tem um formato parecido com um triângulo invertido: bochechas altas, discretas e contornos arredondados e proporcionais. Por isso que esse padrão é tão procurado, mesmo por quem tem bochechas volumosas naturalmente. 

O rosto mais delicado aumenta a autoestima,  dá mais confiança e um ar de personalidade forte, na maioria das pacientes.

Em alguns casos, o aumento das bochechas decorre da retenção de líquido — comum em quem segue dietas desregradas, com alto teor de sal e carboidratos. 

Por isso, antes de realizar qualquer procedimento para diminuir a bochecha, é importante estar em dia com a alimentação, a atividade física e, consequentemente, com o peso corporal adequado. 

Os exercícios para afinar o rosto realmente funcionam?

Alguns autores indicam que os exercícios faciais ajudam a diminuir as bochechas, mas não há nada realmente consolidado como evidência. 

Enquanto certos pesquisadores alegam que os exercícios ajudam no tônus muscular, outros estudiosos, por outro lado, declaram que as contrações repetidas somadas à perda de colágeno natural do envelhecimento e a manipulação do tecido agravam a condição.

Se o seu objetivo é reduzir o volume das bochechas a longo prazo e de forma 100% natural, estas são algumas das opções:

  • beber mais água para ter saciedade e prevenir o ganho de peso corporal;
  • manter uma dieta equilibrada, com muitas fibras;
  • diminuir o consumo de álcool e café;
  • ter uma rotina de exercícios físicos;
  • utilizar maquiagem para disfarçar o volume das bochechas.

Bichectomia ou esvaziadores de gordura: como escolher?

Em primeiro lugar, a indicação de um ou outro tratamento é feita em um consultório médico. 

Mas cada um dos métodos tem suas vantagens e desvantagens.

Bichectomia

A bichectomia é uma boa opção para diminuir as bochechas. Mas ela é invasiva, exige uma avaliação muito rigorosa e só é indicada para quem possui realmente uma face muito arredondada.

Isso porque a remoção da gordura (bolas de Bichat) é irreversível e, com o envelhecimento, no futuro, o rosto pode sofrer o impacto dessa retirada — no caso do procedimento não ter sido feito da forma adequada.

Esvaziadores de gordura

Os esvaziadores de gordura, ou enzimas lipolíticas, agem reduzindo as bolsas de gordura e até tratam a papada e o queixo duplo.

Nas sessões, o especialista injeta compostos, como a fosfatidilcolina e o ácido desoxicólico, que quebram a gordura presente nos tecidos. Além de dissolver a gordura, os esvaziadores também estimulam a produção de colágeno.

Assim, a mudança é mais sutil, natural e tem uma durabilidade. Ou seja, você pode envelhecer sem medo de ter a gordura da face totalmente comprometida. 

Mas o risco dessa diminuição na gordura impactar na velhice ainda existe, por isso é importante escolher bem a clínica na qual será realizado o procedimento. 

Como é feito?

Em duas a três sessões, são feitas as aplicações, sob anestesia, dos esvaziadores. 

Quanto tempo dura?

O resultado é duradouro.

Se você não quer ‘entrar no bisturi’ para diminuir a bochecha, não tem problema. Tanto as opções de longo prazo, quanto o procedimento de esvaziadores de gordura são opções válidas para você aumentar sua satisfação e autoestima com a sua aparência.

Se você gostou do conteúdo, confira este artigo e saiba o que fazer nos casos de flacidez facial. 

Responsável técnico: Dra. Paula Chicralla (RQE 15402)

Imagem: cookie_studio / freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clínica Paula Chicralla

Av. das Américas, 3500, Bloco 6, Loja C,
Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - RJ, 22640-102.

  • Estacionamento valet disponível.
  • Acessibilidade para cadeirantes.
Traçar rota até a clínica